Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

Município está situado 30 quilômetros ao Sul da Cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte. Extensas áreas de preservação do meio ambiente protegem também 26 lagoas. Litoral apresenta falésias e um colar de praias com piscinas naturais formadas protegidas por recifes.

 

Município de Nísia Floresta: “Terra do Camarão” e 26 lagoas

 

O Município de Nísia Floresta, situado na costa Leste do Estado do Rio Grande do Norte, distante cerca de 30 quilômetros ao Sul da capital potiguar, a Cidade de Natal, é procurado por visitantes locais, nacionais e internacionais, em busca de três modalidades de turismo.

A primeira está relacionada à água, com suas 26 lagoas de água doce e o colar de praias com piscinas naturais oferecido pelo mais extenso litoral daquele Estado do Nordeste do País. A segunda, pela diversidade da culinária, com forte ênfase em pratos de frutos do mar.

Conhecida também como “Terra do Camarão”, por sediar um dos maiores polos produtores desse crustáceo no Brasil, seus bares, quiosques e restaurantes oferecem também diversas combinações de pratos e petiscos reunindo lagosta, ostra e peixes a ingredientes regionais.

E, por fim, não só a história da região, mas, principalmente, pela biografia de uma mulher muito à frente do seu tempo, vivido durante o século XIX, anos 1800: Dionísia Gonçalves Pinto, conhecida pelo pseudônimo Nísia Floresta, adotado para identificar sua cidade natal.

Mas somam-se outros atrativos: manifestações do folclore, artesanato de renda produzido com a técnica do Labirinto, extensas áreas com remanescentes de Mata Atlântica, Mata de Restinga e Vegetação de Restinga voltadas à proteção do meio ambiente, grutas e falésias.

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história
“Terra do Camarão”, por sediar um dos maiores polos produtores deste crustáceo no Brasil, bares, quiosques e restaurantes da orla do Município de Nísia Floresta oferecem pratos e petiscos combinando lagostas, ostras e peixes a ingredientes regionais

 

Município de Nísia Floresta: excelente para atividades ao ar livre

 

Reunindo um enorme acervo de características naturais em ecossistemas tão diversificados, todo o território do Município de Nísia Floresta oferece excelentes opções de cenários para desenvolvimento de atividades físicas, prática de esportes e momentos de lazer ao ar livre.

Além de ser praticamente todo plano, sem grandes elevações, morros ou montanhas, o Sol brilha cerca de 300 dias por ano. E, mesmo no período do inverno — na verdade, a estação das chuvas —, as pancadas de água costumam cair apenas durantes as noites e madrugadas.

Celeiro de atrações capazes de satisfazer a busca por turismo de aventura, turismo cultural, turismo gastronômico, turismo histórico e turismo de lazer, ainda apresenta características ideais para atender um dos melhores segmentos da atividade, os grupos da Melhor Idade.

Em diversas lagoas, é possível desfrutar banhos revigorantes, nadar com a família em total segurança, impulsionar caiaques, equilibrar-se sobre as stand up padles, navegar a bordo de pedalinhos coloridos e curtir as redes molhadas, com tecidos tocando os espelhos d’água.

Um produto turístico divulgado pelo Estado do Rio Grande do Norte e Município de Nísia Floresta é, justamente, a Rota das Lagoas. Partes deste percurso podem ser cobertas a pé, mas as duas ótimas opções são pilotando de quadriciclos ou a bordo de confortáveis Jipes.

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história
Atrativos do Município de Nísia Floresta atendem turismo de aventura, turismo cultural, turismo gastronômico, turismo histórico e turismo de lazer. E tem características ideais para agradar e satisfazer um dos melhores segmentos da atividade: Melhor Idade

 

Município de Nísia Floresta: variedade de opções para hospedagem

 

Além de abrigar uma enorme quantidade de apartamentos, casas e residências de veraneio, as opções de hospedagem vão das mais simples, estilo cama-e-café, passando por pousadas charmosas, hotéis variados e até mesmo um complexo com os serviços completos de resort.

A seguir, resumos sobre grande parte dos mais importantes atrativos de turismo da Cidade de Nísia Floresta, aqui ordenados por ordem alfabética de suas identificações:

 

  • Artesanato de Renda de Bilro ou Artesanato de Renda de Almofada

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A maior concentração de pessoas dedicadas à renda segundo a técnica de bilro, ou técnica de almofada — e das poucas hoje existentes no Estado do Rio Grande do Norte — está na Comunidade de Alcaçuz, junto à lagoa de mesmo nome, no Município de Nísia Floresta.

Técnica trazida por colonizadores portugueses, muito comum por toda a Península Ibérica, foi amplamente difundida pela costa brasileira. Está frequentemente associada à atividade pesqueira dos maridos das rendeiras e foi durante séculos ensinada de uma geração a outra.

Utilizada tanto em peças de vestuário quanto em peças de guarnição da casa, a beleza e a qualidade dos padrões das rendas produzida em todo o território potiguar levaram à sua grande aceitação pelos consumidores, até mesmo do exterior, nas décadas de 1970 e 1980.

A partir de então, a atividade sofreu um acelerado processo de desaparecimento, devido ao grande tempo dispendido na elaboração dos delicados trabalhos. Nos últimos anos, devido ao crescimento do turismo, o declínio tem sido revertido, revigorando este saber ancestral.

 

  • Artesanato de Renda de Labirinto

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A maior concentração de mulheres dedicadas à produção de renda segundo a técnica do Labirinto fica na Comunidade de Campo de Santana, na Zona Rural do Município de Nísia Floresta. Eles são representantes de uma tradição secular, passada de geração a geração.

Os trabalhos de grande beleza e plasticidade nascem de um híbrido entre bordado e renda, trazido pelos colonizadores portugueses e difundido pelo Nordeste brasileiro. A princípio, era como algo sagrado, sendo utilizado apenas para a produção de paramentos eclesiásticos.

Com o tempo, passou a decorar peças de guarnição da casa, como centros de mesas, toalhas de banquetes e panos para bandejas. Mais recentemente, passou a ser adotado no adorno de vestimentas usadas em eventos, como cerimônias de batismo, casamentos, formaturas etc.

Dependendo do tamanho da peça, pode-se levar dias, semanas, meses, para concluí-la. Pela beleza, criatividade e expressividade dos motivos criados pelas artesãs, os recursos gerados na venda, principalmente aos turistas, são decisivos para a perpetuação deste conhecimento.

 

  • Boabá Gigante

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

O Baobá Gigante é o ponto mais visitado no Centro da Cidade de Nísia Floresta. A bela árvore está protegida por cerca e pequeno gramado, bem próximo à Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó. Plantado em 1877, já alcançou 13 metros de circunferência de 19 de altura.

 

  • Caminhadas

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Com boa parte do seu território praticamente ao nível do mar e Sol brilhando 300 dias por ano, além vento constante, o Município de Nísia Floresta reúne excelentes condições para atividades como caminhadas leves, corridas de média e longas distâncias e enduro a pé.

 

  • Casario Centenário

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

O arruamento do Povoado de Papary, atual Cidade de Nísia Floresta, começou a se formar no início do século XVIII, anos 1700. Assim, sua pequena área urbana apresenta diversos edifícios históricos, sendo o mais importante deles a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó.

 

  • Cascatas da Praia de Barreta

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Espetáculo criado quando a maré começa a subir e as ondas ultrapassam a barreira de recifes ao longo da Praia de Barreta. As águas são lançadas sobre a grande extensão de pedra, escorregando vagarosamente, como um véu, pelo lado voltado para a faixa de areia.

 

  • Ciclismo

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Com o território praticamente todo ao nível do mar e Sol brilhando 300 dias por ano, além vento constante, o Município de Nísia Floresta reúne excelentes condições para atividades relacionadas ao ciclismo, como passeios por avenidas, ruas, estradas e vias da Zona Rural.

 

  • Ecoturismo

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A região do Município de Nísia Floresta está situada sobre uma grande bacia hidrográfica e encravada em meio a remanescentes de Mata Atlântica, Mata de Restinga e Vegetação de Restinga, além de banhada por litoral de praias protegidas por falésias e barreiras de recifes.

Extensas áreas voltadas à preservação do meio ambiente protegem também um acervo de 26 lagoas. São 30 quilômetros de litoral, no qual se distribuem oito praias, todas protegidas por barreira de recifes, formando piscinas naturais. Muitas ficam junto a enormes falésias.

Grandes baías, pequenos golfos e diversos estuários nas barras de rios e manguezais criam condições para grande proliferação de crustáceos e peixes. Profusão de alimentos, mar de água morna junto à terra e ausência de predadores atraem grupos de golfinhos e tartarugas.

 

  • Esportes Náuticos

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Superfícies azuladas das 26 lagoas, praias com piscinas naturais formadas por recifes, mar de águas mornas e tranquilas, 360 dias de Sol por ano, temperatura agradável e constância dos ventos tornam o Município de Nísia Floresta ideal para qualquer dos esportes náuticos.

Assim, oferece condições para se praticar caça submarina, equilíbrio sobre stand up padles, esqui aquático, flutuação para observação da vida no fundo do mar, kitesurfe, mergulho em apneia ou com cilindros de oxigênio, natação, pilotagem de jet ski, surfe, vela, windsurfe

 

  • Estação Ferroviária de Papary

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A Estação Ferroviária de Papary foi concluída em 1881, época da construção da The Great Western of Brazil Railway. Tombada pelo Patrimônio Histórico do Estado do Rio Grande do Norte em dezembro de 1984, a estrutura está abrigando o Restaurante Marina Camarões.

 

  • Igreja de Nossa Senhora do Ó

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A construção da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó foi iniciada em 1702, por famílias portuguesas. Os trabalhos só foram concluídos cinco décadas mais tarde, em 1755. É, sem dúvida, a edificação mais antiga, e mais importante, existente na Cidade de Nísia Floresta.

Seu altar-mor, enfeitado com peças de ouro, abriga imagens da santa homenageada e de São Benedito, peças importadas de Portugal, ainda na época do Brasil Colônia. Também estão expostas vestimentas utilizadas pelos sacerdotes logo após a conclusão das obras.

 

  • Lagoa da Juventude

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Diz a lenda que suas águas cristalinas são rejuvenescedoras. Muito boa para a prática do mergulho, com os equipamentos podendo ser alugados nas proximidades. Região ainda bastante virgem, aos poucos vem ganhando infraestrutura para atendimento aos turistas.

 

  • Lagoa de Alcaçuz

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Uma das mais bonitas das 26 lagoas existentes no território do Município de Nísia Floresta. Contornada por praias de areia branca, suas águas cristalinas variam de tonalidade, indo do verde claro ao azul mais escuro. Boa para mergulhos e banhos refrescantes e relaxantes.

 

  • Lagoa de Arituba

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Um belo lugar, comparado pelos visitantes a verdadeiro oásis. Águas não muito profundas, perfeitas para quem não gosta de ondas e mais um atrativo para famílias e suas crianças. Sua grande extensão de espelho d’água é contornada por praias de areia branca bem fofa.

Uma atração é o Aerobunda. É só subir na torre metálica até 10 metros de altura, sentar numa cadeira com cinto de segurança e deslizar levado por roldanas. Aí, vem a parte mais gostosa: antes de chegar ao outo lado, ainda no meio do percurso, jogue-se dentro da lagoa.

 

  • Lagoa de Boágua

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Seu nome já diz tudo: águas excelentes, límpidas, com tonalidades variando do verde claro ao azul escuro, em função da profundidade do local. Margens cobertas por areias brancas. Ambiente ideal para banhos, contemplação da natureza, mergulhos observação do fundo…

 

  • Lagoa do Bomfim

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Também conhecida como Lagoa das Sete Pontas, é uma das maiores do Estado do Rio Grande do Norte. No período das chuvas, nos meses de maio, junho e julho, o volume de águas ali acumulada cresce bastante, chegando a dobrar em relação ao restante do ano.

 

  • Lagoa do Carcará

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Sua denominação vem do nome de uma ave de rapina comum na região: o carcará. Da mesma maneira, outra lagoa próxima chama-se Urubu. Uma e outra fazem parte do Sistema Lacuste Bonfim, reunido também as lagoas Arituba, Alcaçuz, Ferreira Grande e Redonda.

Está inserida em um triângulo cuja extremidade Norte é o Rio Pium; a Sul, Rio Trairi; e, Leste, a costa do Oceano Atlântico. Sua borda de areia alva contorna grande faixa de águas rasas, mornas, cristalinas, variando em tonalidades azuis e verdes, excelentes para banhos.

Um dos lugares mais paradisíacos do Estado do Rio Grande do Norte, mas de acesso difícil. Local para se passear de pedalinhos, remar caiaques, equilibrar-se sobre stand up padles e curtir windsurfe. Os equipamentos podem ser alugados nos quiosques e restaurantes locais.

 

  • Mirante dos Golfinhos

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Fica no alto das falésias da Praia de Tabatinga. Como toda a costa ao longo do Município de Nísia Floresta é importante berçário de tartarugas marinhas e golfinhos saltadores, é bem comum grupos destes últimos surgirem para se exibir, chegando sempre no final da tarde.

 

  • Museu Nísia Floresta

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Inaugurado em 2012, em casarão do século XIX, anos 1800, no Centro da Cidade de Nísia Floresta, tem como objetivo primordial coletar, catalogar, expor e preservar documentos e objetos relacionados à singular história de vida da mais ilustre personalidade já ali nascida.

Trata-se da escritora Dionísia Gonçalves Pinto, vinda ao mundo em 12 de outubro de 1810, no Sítio Floresta, Zona Rural do então Vila de Papary. Na infância e juventude, ao contrário do usual de então, seus pais incentivaram sua educação formal, inclusive apreciar a leitura.

Aos 21 anos, casada, vivendo na Cidade de Recife, a capital da Capitania de Pernambuco, começou a publicar artigos em jornais. Para burlar barreiras impostas às mulheres, assinava seus textos com pseudônimo: Nísia Floresta Brasileira Augusta, sob o qual ficou conhecida.

Para criá-lo, usou da criatividade, aliás características sempre presente em seus trabalhos: Nísia, final de Dionísia; Floresta, local do nascimento; Brasileira, referência nacionalista; e, Augusta, remetendo ao marido, Manoel Augusto de Faria, pai dos filhos Lívia e Augusto.

Divulgado o primeiro trabalho, foi elogiada por poucos e criticada por muitos. Notável para uns; indecorosa, para outros. Isto, por defender a República numa Monarquia, respeito aos nativos pelos colonizadores e liberdade para os escravos dentro de um sistema escravocrata.

Mas, talvez o choque maior vinha da busca por igualdade social, econômica e política para ambos os sexos numa sociedade na qual às mulheres eram destinados somente os afazeres relacionados ao lar e à família — por isso, é considerada a pioneira do feminismo no Brasil.

Dionísia Gonçalves Pinto, ou Nísia Floresta Brasileira Augusta, não só defendeu este novo papel como o praticou. Lançou-se como escritora e poetisa e tornou-se educadora. Viúva, filhos pequenos, trocou o calor do Nordeste Brasileiro pelo clima mais frio da Região Sul.

Foi para a Cidade de Porto Alegre, capital da Capitania do Rio Grande do Sul, e lá instalou e dirigiu uma escola para meninas. O início da Guerra dos Farrapos, em 1835, interrompe os seus planos, levando-a, então, a fixar-se na Cidade do Rio de Janeiro, a capital da Nação.

Os dissabores não a desanimam e, empreendedora, funda e dirige o Colégio Augusto e o Colégio Brasil. Em pouco tempo, ambos são conhecidos pelo alto nível de ensino. Perto de completar 15 anos em terras cariocas, o destino a obriga a uma nova mudança, mas radical.

Em 1849, sua filha Lívia é vítima de um grave acidente e, por recomendação médica, Nísia Floresta Brasileira Augusta a leva para a Europa. Foram 28 anos, a maior parte na Cidade de Paris, a capital da França. Por várias vezes, enfrentou longas viagens para vir ao Brasil.

Sempre fiel aos ideais manifestados ainda jovem, permaneceu no País entre 1872 e 1875, em plena luta abolicionista, liderada por Joaquim Nabuco. Voltando à Europa, ficou por lá por mais uma década, vindo a falecer em 24 de abril de 1885, vítima de uma pneumonia.

Na época, vivia na Cidade de Bonsecours, região da Normandia, no Leste da França. Seus restos mortais retornaram à terra natal em 12 de setembro de 1954, seis anos após a antiga Cidade de Papary ser rebatizada por Cidade de Nísia Floresta, em 23 de dezembro de 1948.

 

  • Observação de Pássaros

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A região, situada sobre grande bacia hidrográfica e encravada em meio a remanescentes de Mata Atlântica, Mata de Restinga e Vegetação de Restinga, além de banhada por litoral de praias protegidas por falésias e barreiras de recifes, exibe enorme variedades de pássaros.

Seus exemplares, entre espécies endêmicas e nômades, variam das aves marinhas àquelas originárias de regiões como Caatinga, Cerrado e, até mesmo, Floresta Amazônica. Munido de paciência e equipamentos especiais, o turista se emocionará com descobertas ímpares.

 

  • Pedra Oca

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Gruta escavada pela força das águas na barreira de recifes da Praia de Camurupim. Na maré baixa, permite visitas ao seu interior, no qual cabe uma pessoa em pé com folga. É, talvez, o local mais visitado e mais curtido de toda a extensa orla do Município de Nísia Floresta.

 

  • Praia de Barreta

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Paisagem maravilhosa, diferente. Assim como as suas vizinhas, destaque para as piscinas naturais formadas após a maré baixar. Elas são ideais para quem busca relaxar boiando em águas mornas. A proteção dos recifes torna-a muito segura, principalmente para crianças.

 

  • Praia de Búzios

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Com seu mar propício para banho, é das mais agitadas em termos de presença de visitantes. Contribui para isso a excelente estrutura para o lazer, desde simplesmente curtir o Sol como praticar esportes na areia. Há uma boa infraestrutura de barracas, quiosques e restaurantes.

 

  • Praia de Camurupim

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Extensa faixa de areia bem sólida, sobre a qual pode-se trafegar de buggy ou Jipe, por exemplo, sem medo de atolar. Protegendo-a do mar mais agitado, e durante a maré baixa, a barreira de recifes forma uma sequência de piscinas naturais, paraíso para as crianças.

 

  • Praia de Pirambúzios

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Lugar tranquilo, marcado por encontro de rio com o mar e pouco frequentado. O verdadeiro colar de piscinas naturais formadas na baixa da maré é de uma beleza ímpar. Ótima para se levar as crianças, mas jovens, adultos e também a turma da Melhor Idade irão se encantar.

 

  • Praia de Pirangi do Sul

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Uma das mais agitadas da orla do Município de Nísia Floresta, recebendo muitos grupos de jovens. A grande atração está em suas águas, propícias para banhos e mergulhos. Tem uma forte estrutura com barracas, quiosques e restaurantes, servindo opções da culinária local.

 

  • Praia de Tabatinga

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Praia de areias douradas, adornada pelas falésias das mais lindas no Município de Nísia Floresta. Suas águas são visitadas praticamente todos os dias por grupos de golfinhos, aos finais das tardes. Ondas fortes e de duração longa são como convites para a prática de surf.

 

  • Remanescentes dos trilhos da The Great Western of Brazil Railway

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

A empresa inglesa The Great Western of Brazil Railway construiu e explorou ferrovias no Nordeste do Brasil. Criada em 1872, já no ano seguinte, em 1873, ganhou a concessão para construir a primeira estrada de ferro em terras brasileiras, dentro do Estado de Pernambuco.

Os trilhos ligavam o litoral ao interior, partindo da capital, a Cidade de Recife, e chegando à Cidade de Limoeiro. Com o passar dos anos, interligou todas as capitais nordestinas. O ramal indo até à Cidade de Natal cruzava todo o território do Município de Nísia Floresta.

Em 1945 a The Great Western of Brazil Railway possuía mais de 1.600 quilômetros de ferrovias. Nacionalizada em 1951, transformou-se em empresa estatal, a Rede Ferroviária do Nordeste. No Governo Juscelino Kubitschek, foi anexada à Rede Ferroviária Federal.

Em 50 anos de empresa privada, atendeu os clientes com padrões de eficiência e qualidade. Como patrimônio do Estado, gerenciada por indicados políticos e operada por funcionários públicos, poucos preocupados com excelência na prestação de serviços, decaiu ano a ano.

Os clientes, não podendo ficar reféns da falta de responsabilidade no manuseio das cargas e não cumprimento de prazos de entrega, trocaram o transporte ferroviário pelo rodoviário. O movimento de trens reduzido levou à desativação de ramais e falência completa do sistema.

O trecho unindo a Cidade de Natal ao restante do Nordeste Brasileiro não fugiu a esta sina, sendo abandonado durante a década de 1970. Os trilhos, largados ao tempo, testemunham essa trajetória, na qual muita riqueza gerada pelos pagadores de impostos foi desperdiçada.

Um bom trecho pode ser visto e visitado, caminhando-se sobre dormentes modernos, feitos de concreto, prova de investimentos bastante recentes. É só trafegar pela rodovia deixando a Cidade de Nívia Floresta pelo lado Sul para encontrá-lo, próximo à Estação Ferroviária.

 

  • Túmulo de Nísia Floresta

 

Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história

 

Guarda os restos mortais da mais ilustre personalidade já nascida na histórica Cidade de Nísia Floresta. Trata-se da educadora, empreendedora, escritora e poetisa Dionísia Gonçalves Pinto — mais conhecida pelo pseudônimo Nísia Floresta Brasileira Augusta.

Vindos da Cidade de Bonsecours, na Normandia, Leste da França, onde ela faleceu, em 24 de abril de 1885, chegaram à Igreja Matriz de Nossa Senhora do Ó dia 12 de setembro de 1954. Dali, foram transferidos em definitivo para o mausoléu erguido em sua homenagem.

 


 

O post “Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história” foi produzido a partir da participação na fampress promovida pelo Praia Bonita Resort & Conventions,  entre os dias 14 a 18 de junho de 2018, na Cidade de Nísia Floresta, situada no litoral Sul do Estado do Rio Grande do Norte, com apoio de Jipe Turismo RN, Táxi-Conforto — Alfredo Francisco do Nascimento Filho e Terra Molhada Turismo de Aventura

A repetição de diversas expressões ao longo do conteúdo do post “Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história” — como “Cidade de Nísia Floresta” — é intencional. Elas são as principais palavras-chave dos conteúdos. Colocá-las várias vezes na postagem faz parte das técnicas de Search Engine Optimization — SEO, ou otimização para ferramentas de busca. Ajuda a destacar o trabalho na lista apresentada quando se pesquisa com BingGoogle ou Yahoo!.

O post “Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história” pode apresentar erros. Se eles forem apontados, reeditarei o material com as correções.

Todas as fotos e imagens presentes no post “Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história” têm origem identificada. Se o autor de algumas delas discordar do seu uso, basta avisar que será substituída.

O post “Cidade de Nísia Floresta, no Estado do Rio Grande do Norte, oferece atrativos de turismo ligados a água, culinária e história” está republicado nos seguintes endereços da Web:

• Facebook do Jornal Cidade Sorriso, da Cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul;

• Blog do Jornal Passaporte, da Cidade de Belém, capital do Estado do Pará; e,

• Revista Receptiva, da Cidade de Bento Gonçalves, um dos ícones do turismo da Serra Gaúcha, região de montanhas localizada a Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *