Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

Oferta de passeios para observação de baleias-jubarte em alto-mar cresce no Estado do Espírito Santo. Atividade precisa ser desenvolvida segundo parâmetros de total respeito ao meio ambiente. Profissionais da navegação e do turismo são submetidos a capacitação altamente especializada.

 

Observação de baleias-jubarte atraiu 600 pessoas em 2017

 

Uma atividade de turismo náutico em crescimento no Estado do Espírito Santo é a de passeios para observação de baleias-jubarte. Em 2017, cerca de 600 pessoas usaram a Cidade de Vitória como ponto de partida para a aventura — cerca de 300 eram turistas.

A oferta deste tipo de serviço é comum no litoral do Estado de Santa Catarina e também no Sul do Estado da Bahia — neste, indo até Arquipélago dos Abrolhos. Agora, os 400 quilômetros da costa capixaba começaram a mostrarem-se atrativos para esta atividade.

Afinal, a cada ano, no período de junho a novembro, aquela espécie abandona o oceano gelado nas proximidades da Antártida e, nadando milhares de quilômetros em direção a Norte, flanqueia a Região Sul e a Região Sudeste, chegando à Região Nordeste do País.

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação
A cada ano, no período de junho a novembro, as baleias-jubarte abandonam o oceano gelado nas proximidades da Antártida e, nadando milhares de quilômetros em direção a Norte, flanqueia a Região Sul e a Região Sudeste, chegando à Região Nordeste do País

 

Observação de baleias-jubarte requer cinco horas, no mínimo

 

Durante esta longa viagem, as fêmeas completam a gestação de seus filhotes, com estes vindo a nascer em mornas águas do Brasil. E assim, durante seis meses, indo e vindo, exibem-se alegremente numa faixa a apenas 20 a 40 quilômetros das praias brasileiras.

As opções de passeios com saídas da Cidade de Vitória têm, em média, cinco horas de duração. Entretanto, podem prolongar-se um pouco mais, pois, livres em seu habitat, as baleias-jubarte não têm agendas de horários para satisfazer os curiosos vindos da terra.

Mesmo com atrasos, a emoção dos espetáculos daqueles corpos imensos imergindo do fundo do mar, lançando-se com ímpeto para o ar e desabando com estardalhaço sobre as ondas compensa quaisquer transtornos. Imitados pelas crias, então, é mais lindo ainda.

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação
Durante a longa viagem, as baleias-jubarte fêmeas completam a gestação de filhotes, com estes nascendo em águas do Brasil. E assim, durante seis meses, indo e vindo, exibem-se alegremente numa faixa a apenas 20 a 40 quilômetros das praias brasileiras

 

Observação de baleias-jubarte para estudiosos e leigos

 

Empreendedores de todo o Estado do Espírito Santo estão oferecendo este prazer tanto para interessados de áreas profissionais — biólogos, estudantes, fotógrafos, jornalistas, pesquisadores etc. —, quanto para pessoas ditas comuns, como moradores e visitantes.

Como todo o período de circulação das baleias-jubarte coincide com a época de baixa estação do turismo, os passeios são excelente forma de girar a cadeia produtiva do setor: diárias de hotel, investimentos no passeio, custos de almoços, uso de transporte etc.

Isto gera impacto positivo para a economia das cidades pontos de partida e chegada, em particular, e para todo o Estado do Espírito Santo, de modo geral. Trata-se de um novo filão de mercado e, para render os frutos esperados, precisa manter sua sustentabilidade.

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação
Como todo o período de circulação das baleias-jubarte coincide com a época de baixa estação do turismo, os passeios são excelente forma de girar a cadeia produtiva do setor: diárias de hotel, investimentos no passeio, custos de almoços, uso de transporte etc.

 

Observação de baleias-jubarte precisa de total sustentabilidade

 

Assim, tendo como objetivo aproveitar melhor essa excelente oportunidade de negócios, entidades ligadas à preservação do meio ambiente uniram-se para promover capacitação voltada a empresas promotoras de excursões objetivando observação de baleias-jubarte.

Profissionais com atuação nos setores de navegação e do turismo estão sendo orientados sobre as permissões e as limitações deste tipo singular de trabalho, de modo a interferir o mínimo possível num processo desenvolvido pela Natureza desde tempos imemoriais.

Afinal, se a atividade de levar seres humanos para contemplar o balé das baleias-jubarte em alto-mar deixar de lado suas responsabilidades frente a esta riqueza da humanidade, tenham certeza, fará naufragar um patrimônio crescendo cerca de 10% ao ano no Brasil.

Já superando 200 mil observadores a cada 365 dias pelo mundo, alcança um movimento de US$ 2 bilhões — são R$ 8 bilhões, aproximadamente, considerando-se a cotação atual da moeda norte-americana no País —, com geração de 13 mil postos de trabalho.

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação
Se a atividade de levar seres humanos para contemplar o balé das baleias-jubarte em alto-mar deixar de lado suas responsabilidades frente a esta riqueza da humanidade, tenham certeza, fará naufragar um patrimônio crescendo cerca de 10% ao ano no Brasil

 

Observação de baleias-jubarte exige capacitação dos profissionais

 

Relação das entidades promotoras de capacitações especiais para os profissionais dos segmentos de navegação e de turismo envolvidos com os passeios para observação de baleias-jubarte, aqui relacionadas pela ordem alfabética das denominações sociais:

 

 

Observação de baleias-jubarte só com operadoras certificadas

 

Relação das operadoras de passeios voltados à observação de baleias-jubarte, cujos profissionais foram capacitados para desenvolver as atividades mantendo padrões de sustentabilidades, aqui relacionadas pela ordem alfabética das denominações sociais:

 

 

Informações adicionais pelo DDD 27 e móvel 9-9986-4177.

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação
Profissionais dos setores de navegação e turismo do Estado do Espírito Santo orientados sobre permissões e limitações nos passeios de observação de baleias-jubarte, de modo a interferir o mínimo no processo desenvolvido pela Natureza desde tempos imemoriais

 

Observação de baleias-jubarte e suas imagens esplendorosas

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 

Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação

 


 

O post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” foi produzido, originalmente, para o Jornal Turismo & Serviços, da Cidade de Vila Velha, situada no litoral do Estado do Espírito Santo, vizinha à capital, a Cidade de Vitória. O texto sofreu adaptações em relação ao publicado naquele veículo, para atender aos padrões de publicação deste site.

Clique nos trechos em colorido ao longo do texto do post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” para abrir novas guias, com informações complementares ao aqui sendo tratado. Eles guardam links levando a verbetes da Wikipedia e sites de empresas, entidades, Governos estaduais, Prefeituras etc.

A repetição de diversas expressões ao longo do conteúdo do post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” — como “Observação de baleias-jubarte” — é intencional. Elas são as principais palavras-chave dos conteúdos. Colocá-las várias vezes na postagem faz parte das técnicas de Search Engine Optimization — SEO, ou otimização para ferramentas de busca. Ajuda a destacar o trabalho na lista apresentada quando se pesquisa com BingGoogle ou Yahoo!.

O post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” pode apresentar erros. Se eles forem apontados, reeditarei o material com as correções.

Todas as fotos e imagens presentes no post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” têm origem identificada. Se o autor de algumas delas discordar do seu uso, basta avisar que será substituída.

O post “Profissionais dos passeios para observação das baleias-jubarte recebem capacitação” está republicado nos seguintes endereços da Web:

• Facebook do Jornal Cidade Sorriso, da Cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul;

• Blog do Jornal Passaporte, da Cidade de Belém, capital do Estado do Pará; e,

• Revista Receptiva, da Cidade de Bento Gonçalves, um dos ícones do turismo da Serra Gaúcha, região de montanhas localizada a Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *