ESPECIAL COPA

 

Por Paulo Henrique Gomes

Em 2018, na Rússia, a Tunísia disputará sua quinta Copa do Mundo. Após 12 anos sem disputar um Mundial, os tunisianos querer passar da fase de grupos, algo que nunca conseguiram antes. No entanto, a missão não será fácil. A Tunísia está no grupo no G, ao lado de Inglaterra, Bélgica e Panamá.

ÁUDIO: Acesse a versão desta matéria para rádio

A trajetória da Tunísia no futebol teve início em 1957, um ano após a independência do país. Em 1960, os africanos participaram da primeira competição internacional. E, logo de cara, na primeira partida, foram goleados pela Hungria por 10 a 0. Essa foi a pior derrota da seleção tunisiana em sua história. Em 1965, disputaram sua primeira final de Copa Africana de Nações, mas ficaram com o vice-campeonato depois de perder para Gana.A Tunísia participou pela primeira vez de uma Copa em 1978, na Argentina. Logo na primeira partida, contra o México, os tunisianos fizeram história e venceram por 3 a 1. Foi a primeira vitória de um país africano na história das Copas e a única vitória da seleção tunisiana em Mundiais.

Na Copa de 1998, na França, a Tunísia foi eliminada também na primeira fase, com um empate e duas derrotas. Na edição seguinte, em 2002, a campanha foi praticamente igual à anterior: um empate, duas derrotas e última colocação no grupo.

Em 2004, a Tunísia foi sede da Copa Africana de Nações. Aproveitando o fator casa, os tunisianos derrotaram o Marrocos na final por 2 a 1 e conquistaram pela primeira vez o título continental. O título fez com que o país disputasse a Copa das Confederações de 2005.

Em 2006, na Copa disputada na Alemanha, os tunisianos partiram para a sua terceira participação consecutiva em Copas. E a história se repetiu. Com um empate e duas derrotas, a Tunísia foi novamente eliminada na fase de grupos.

Fora nas edições de 2010, na África do Sul, e em 2014, no Brasil, o país do norte da África volta a uma Copa em 2018. Nas eliminatórias, a Tunísia terminou na liderança do grupo A, com quatro vitórias e dois empates.

Com seus principais jogadores atuando por equipes francesas, a Tunísia aposta suas fichas no meia-atacante Wahbi Khazri, do Rennes, time da primeira divisão da França. O jogador, de 27 anos, possui 35 jogos e 12 gols pela Tunísia.Wahbi Khazri irá liderar a Tunísia na RússiaA Tunísia deverá ser apenas um mero figurante na Copa. A Inglaterra, com uma das equipes mais fortes dos últimos anos, e a Bélgica, com a sua melhor geração de jogadores da história, devem ficar com as duas vagas do grupo. Correndo por fora, Tunísia e Panamá tentarão surpreender.Provável escalação da Tunísia durante a Copa do Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *